Categories DIVERSOSSAÚDE

PROFISSIONAIS DA SAÚDE PARTICIPAM DE CAPACITAÇÃO PARA DESENVOLVER AÇÕES SOBRE O CONTROLE DO TABAGISMO NO MUNICÍPIO

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial de Saúde – OMS como a maior causa evitável de doença e morte no mundo, pois é fator de risco para 6 das 8 principais causas de morte. Anualmente, morrem cerca de 6 milhões de fumantes no mundo, cerca de 200 mil no Brasil.

Sob a ótica da promoção da saúde, a gestão e a governança do controle do tabagismo no Brasil vêm sendo articuladas pelo Ministério da Saúde através do Instituto Nacional de Câncer – INCA, o que inclui as ações que compõem o Programa Nacional de Controle do Tabagismo – PNCT.

O PNTC tem como objetivo reduzir a prevalência de fumantes e a consequente morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco. O programa segue um modelo lógico no qual ações educativas, de comunicação, de atenção à saúde, junto com o apoio a adoção ou cumprimento de medidas legislativas e econômicas, se potencializam para prevenir a iniciação do tabagismo, principalmente entre adolescentes e jovens; para promover a cessação de fumar; e para proteger a população da exposição à fumaça ambiental do tabaco e reduzindo assim o dano individual, social e ambiental dos produtos derivados do tabaco.

Na manha desta terça-feira (13), na UAITECLAB, a Gerência Regional de Saúde – GRS / Januária promoveu uma capacitação para os profissionais de Saúde de Montalvânia dentro das ações do PNCT.

Participaram o secretário municipal de Saúde, José Afonso Filogônio Ferreira; a coordenadora da Vigilância em Saúde, Magda Freires Ledo; a coordenadora da Atenção Primária, Wanessa Pereira e todos os médicos, enfermeiros e farmacêuticos do município.

A capacitação foi ministrada pelos profissionais da GRS Gilberto Macedo e Rosa Eurípis.

O Programa tem como objetivo reduzir a prevalência de fumantes e a consequente morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, seguindo um modelo no qual ações educativas, de comunicação, de atenção à saúde, associadas às medidas legislativas e econômicas, se potencializam para prevenir a iniciação do tabagismo, promover a cessação de fumar e proteger a população da exposição à fumaça ambiental do tabaco.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *