Categories DIVERSOS

PREFEITURA PAGA 13º SALÁRIO NESTA QUINTA-FEIRA (21), EM PARCELA ÚNICA, E COMÉRCIO DA CIDADE TENDE A FICAR AQUECIDO

Enquanto servidores do Estado e de diversas cidades do país ficarão sem receber o 13º salário este ano, a Prefeitura de Montalvânia paga o benefício em parcela única nesta quinta-feira (21) injetando cerca de 800 mil reais na economia do município.

Com o pagamento do mês de dezembro, que será efetuado no dia 30, aproximadamente 800 mil reais irão estar nas contas dos servidores, sendo cerca de mais de 1 milhão e meio de reais em circulação no município.

Para o comerciante do ramo de bar, lanchonete e pizzaria, Claudemar de Souza, esta notícia é muito animadora.

– Tenho esperança de que as vendas melhorem, pois o comércio está muito parado e com este dinheiro na praça as pessoas tendem a comprar mais, diz.

O também comerciante Edson Pereira dos Santos, diz ter muita expectativa de que as vendas melhorem, pois, segundo ele, três salários pagos em um mês é um privilégio para os comerciantes.

– Muitas cidades não vão pagar o 13º e o comércio vai amargar um fim de ano bastante triste. Mas, aqui em nossa cidade acontece o contrário, terá bastante dinheiro na praça para que as pessoas comprem e paguem suas contas. Isso ajuda bastante a economia do município e o comércio em geral, declara Edson.

Cristiane Farias, proprietária de uma loja de confecções populares, diz que o pagamento do benefício será muito importante para o comércio local, pois o Estado não pagou e nem se sabe se vai pagar e o comércio está muito parado.

– Dependo da renda dos servidores do município, pois os do estado estarão sem dinheiro pra gastar nesse fim de ano e com o pagamento do 13º dos funcionários municipais as vendas tendem a melhorar. Espero vender mais, com fé em Deus, afirma a comerciante.

A proprietária de uma loja de roupas e calçados para festas, Elissandra Macedo, espera que com este dinheiro em circulação na cidade o comércio melhore, pois o mesmo está muito parado.

– Acredito que a falta de bons eventos na cidade, como sempre aconteceu nos fim de ano, contribuiu para que minhas vendas não aumentassem nesta época. Dezembro, que sempre foi um mês de excelentes vendas, até agora está muito fraco. Já teve mês comum, sem ser de festas como este, que foi bem melhor. Muita gente não pagou suas contas do mês de novembro esperando o pagamento do 13º. Vamos esperar que este dinheiro melhore as vendas, declara.

Piero Costa, comerciante de gêneros alimentícios, acredita que tudo vai melhorar com os pagamentos.

– Não há na cidade outra fonte de renda como a dos servidores públicos municipais, por isso ficamos animados em vender mais com essa injeção de dinheiro na economia local, afirma.

A servidora Vera Lúcia Amélia disse que não vai comprar nada com seu 13º, mas apenas pagar contas.

A secretária municipal de finanças, Idalina Guedes, declara que para pagar o benefício foi preciso muito planeamento durante todo o ano.

– As vezes até sendo chamada de chata, de dona do dinheiro, mas foi preciso diminuir gastos, fazer alguns cortes e “segurar” recursos para poder poupar, para o bem de todos. Se tivesse deixado “correr frouxo” não teríamos como pagar o benefício, diz a secretária.

O prefeito Dr. José diz que este pagamento é resultado de muita seriedade, planejamento, compromisso com o dinheiro público e respeito ao servidor, que, apesar da crise e sem ter culpa da falta de recursos, tem o seu direito garantido.

– Respeitamos o direito do servidor pagando o seu 13º e o salário de dezembro antecipado, para que eles passem as festas de natal e fim de ano com mais tranquilidade e dignidade, e também para melhorar as vendas do comércio e aquecer a economia do município. As pessoas que estão com dívidas podem aproveitar o 13º salário para quitar as pendências e as que não acumularam dívidas no decorrer do ano podem ir às compras, finaliza o prefeito.

A gratificação de natal foi instituída no Brasil pela Lei 4.090 de 13 de julho de 1962 e garante que o trabalhador receba o correspondente a 1/12 da remuneração por mês trabalhado.

O pagamento do 13º salário pode ser dividido em duas parcelas, sendo que a primeira deve ser paga entre os meses de fevereiro e novembro, e a segunda, até o dia 20 de dezembro. Cabe ao empregador decidir se pagará em uma ou duas.

O salário extra no final de cada ano é um fôlego para o trabalhador, movimenta a economia e aquece o comércio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *